Pesquise aqui

 

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Regência do verbo responder

Regência do verbo responder

De acordo com os dicionários, o verbo "responder" tem as seguintes regências:

a) Transitivo direto quando o complemento é a resposta: "Ele respondeu que não é contra a CPMF".

b) Transitivo indireto com a preposição "a" quando significa dar resposta a alguém ou a alguma coisa: "Respondeu ao ministro em tom agressivo"; "Os estudantes terão três horas para responder às questões de português e matemática"; "Haverá tempo para responder ao restante dos testes"; "Acusado responderá a processo na OAB e pode ser cassado"; "Ele respondeu à pergunta rapidamente".

c) Significando dar resposta a alguém ou a alguma coisa, "responder" pode também ser intransitivo: "Eu a chamei, mas ela não respondeu"; "O réu não ergueu os olhos nem respondeu".

d) Transitivo indireto com a preposição "por" quando significa responsabilizar-se: "Todo cidadão responde pelos seus atos"; "Parecia que outro personagem respondia por ele, a fim de deixá-lo à vontade".

e) Transitivo direto e indireto quando há dois complementos: "Respondeu ao ministro que é contra a CPMF"; "O deputado respondeu aos jornalistas que não aceitava a acusação"; "Ele responderá o que quiser ao público"; "Respondeu-lhes que aceitava a proposta".


Fonte: Português na rede. Link do site.

Atenção!
lembrando que aqui no blog também há outras matérias sobre regência verbal, como vocês podem ler aqui.

*Prof.ª Mestra em Literatura Brasileira pela UNIMONTES Juliana Barreto juportugale@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário